THOUSANDS OF FREE BLOGGER TEMPLATES

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Agradecimentos, foda-se e modo shuffle

Tá. Ano acabando de fato e eu dividido entre as atividades de caseiro-receptador de mercadoria na casa do Breda, obreiro de estúdio em reforma eterna e esperando encomendas do Mercado Livre... ok.
Final do ano, dia 30, 31, pego os equipamentos e vamos, o Fronergüelo, o Renan e eu pro meio do mato, passar 3 ou 4 dias de EXTREMA NECESSIDADE E FOME + contacto com o mundo racional. Tu pensa que teu acampamento é da RURGS? TU É UM MERDA.

SÉRIO, TU É UM MERDA E NÃO QUERO SABER DOS TEUS ACAMPAMENTOS CAGADOS COM ESTRUTURA SUFICIENTE PRA FAZER UM SHOW DOS ROLLING STONES.

Tal viagem me servirá para limpeza ESPIRITUAL e desapego - pelo menos momentâneo - do estilo de vida Charlie Harper/ homem aleatório / mendigo folk. Voltarei, espero, desmagnetizado.

Dia 15 de Janeiro começa o ano oficialmente no estúdio.

Agradeço ainda ao Pedroso pelas festas APOTEÓTICAS no Vagão agora ao final do ano e pela tolerância plena e respaldo, passando um PANAÇO na TOTAL PERDA DE CONTROLE de nosotros.

Agradecimentos ainda ao Ânderson da Álgida pela mão na administração do lance todo financeiro do estúdio e por se esforçar pra não ser tão chato.

Agradecimento total ao fortalecimento A NÍVEL DE DROPAGEM.

Até o ano que vem.


Topo do playlist:


Pampa - Joca MArtins, César Oliveira e Leonel Gomez
La Negra - César Oliveira, Ernesto Fagundes e Lúcio Yanel
Outra Campereada - Pirisca Grecco
Beira Estrada - Joca Martins
Pelo Colorado - Aluisio Rockembach

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Tudo em que você vai - sim, você vai - não só não melhorar, mas piorar no ano que está por vir

Este expurgo faz parte da minha publicação mais recente "Mal-humorados, um guia para com eles".
É longo PARA OS PADRÕES DE INTERNET e eu não garanto a sua satisfação ao final da leitura.
Ah, sim, minha saúde fortaleceu. Polar e Amoxicilina fazem um BELO TRABALHO. Na Bolívia não tínhamos tanta tecnologia...

Tudo em que você vai - sim, você vai - não só não melhorar, mas piorar no ano que está por vir


Primeira modalidade:
Dieta

Cenário da resolução:

O bacanal gastronômico do Natal recém terminou e você, com o estômago se virando como pode pra processar aquele bolo uniforme que contém, entre outros, peru, salada de batata com maionese, espumante barato, gelatina de uva, farofa industrializada, cebolinha em conserva e cerveja ruim, jura - sim, você jura e por Deus, ainda por cima, que só lhe perdoa porque sabe que sua imbecilidade é um mero erro da Ordem - que vai fazer uma dieta forte - e dá muita ênfase na palavra "forte" - para, assim, perder todos aqueles quilogramas que vossa mercê agregou - e não, não foi em musculatura - desde que saiu do colégio.
Obviamente, como a ceia da virada de ano está logo ali, você decreta que a Nova Ordem Alimentar entrará em vigor somente em Janeiro.

Como você fracassa:

É claro que sobra comida da ceia da virada de ano e você acaba por comer o que sobrou não só no primeiro, mas no segundo dia do ano.
Deprimido pela falta de controle - apesar de repetir pra si mesmo que só o fez pensando nas pessoas famintas da África, pensamento este de uma hipocrisia tamanha que o inferno passa a ser seu destino - você, ainda assim, decide subir numa balança, só pra conferir se as festas de final de ano lhe foram tão prejudiciais assim.

Enfim, o porquê você se torna ainda pior

Cinco quilos mais pesado, sua sensação de fracasso é tão avassaladora que decide deixar tudo como está. E, se agora o caminho até os cem quilos é mais curto que o caminho até os 80, é um sinal dos céus, para que prossiga.

E passa a comer feito um mamute...
... esquecendo, pra sempre, a fome na África.

Segunda modalidade
Exercícios físicos

Cenário da resolução

- Lurdinha (Lurdinha, no caso, é você) a sua prima, Denise, vai passar o reveillon conosco.
- Pôxa, faz tempo que não a vejo... será que ela ainda é gordinha?
- Não sei... a mãe dela falou que ela fez regime há uns anos...
- (interrompendo) Ah, mãe, toda a gorda faz regime e continua gorda...

Dias depois

- Lurdinha, a Denise chegou!

Você vai ver e se depara com uma pessoa irreconhecível. Sim, ela é mais bonita do que você. Sim, ela é mais magra do que você.

Após passar a noite se remoendo de inveja, toma a decisão:

- A partir de amanhã, dois quilômetros de caminhada todos os dias. E tenho dito!

Como você fracassa

Bem que você tenta, mas anos de sedentarismo têm o seu preço. Depois de três dias, seus joelhos, costas, pés e panturrilhas doem tanto, mas tanto, que caminhar até o ponto de ônibus para ir trabalhar torna-se uma atividade quase que impraticável.
A sensação de desconforto muscular só cessa totalmente depois de duas semanas. Você é uma guerreira e tenta novamente.
Desta vez o período de paralisação é ainda maior.
Sua carreira de atleta é encerrada.

Enfim, o porquê você se torna ainda pior

Você se conhece o suficiente pra saber que comeu uns docinhos "por conta", pois queimaria calorias nos exercícios, etc.
Parou com os exercícios, mas não parou com os docinhos.
Agora, além de mais pesada - embora ainda não gorda - você se tornou uma pessoa mau-humorada e cheia de inveja do alheio (sobretudo da sua prima Denise, de quem finge ser amiga a todo o custo).
Além de tudo você se tornou uma pessoa dissimulada.

Ah, sim, este chocolate light que você está comendo agora vai, sim senhora, contar na balança, mesmo que ninguém esteja vendo!

Terceira modalidade
Estudos

Cenário da resolução

Final de semestre - e de ano - da faculdade. Você ficou de exame em seis matérias, ou seja, em todas.
Além do mais, precisa entregar um trabalho que ficou pendente desde a terceira semana do semestre e que você, pra variar, foi empurrando com a barriga.

Após estudar desesperadamente e aproveitar os momentos de descanso para realizar o supramencionado trabalho, você passa em todas (muito embora em uma delas tenha contado com a simpatia daquele professor que, pra sua sorte (?), gostou do formato da sua bunda.

Você desabafa com seu amigo, Eustáquio:

- Chega! Esta é a última vez que passo este desespero no final do ano! Chega!
- Sei...
- Você vai ver, Eustáquio, vou abaixar a cabeça e estudar, está bem?
- Sérgio (substitua Sérgio pelo seu nome), nos conhecemos desde quando mesmo?
- Sei lá... deixa ver... oitava série?
- Exato! Daqui a um ano nos formaremos e desde o primeiro grau eu te ouço jurar que parará de empurrar com a barriga.
- Quer apostar? Quer apostar?
- (...)
- Póóó, póó, cocoricóóó!
- Pára com isso, cara, não quero ganhar nada desonestamente...
- Cocóricóóóóóóó!
- Quinhentos reais!
- (...)
- (sorriso estampado na cara de Eustáquio)
- Fechado.

Apertam as mãos

Como você fracassa

Obviamente não é necessário esperar até o final do ano para contemplar a derrota em toda a sua essência e magnificência. Estamos na quarta semana de aula e você está com todos, eu disse, todos, os trabalhos atrasados. Não é preciso ser um gênio pra saber que o panorama não se alterará no decorrer do ano...

Enfim, o porquê você se torna ainda pior

Você, como que num ato de desespero, tenta convencer Eustáquio - seu amigo de mais de década - que a aposta não era a sério. Eustáquio discorda e afirma que a idéia da aposta não foi dele, mas sua. Você xinga Eustáquio. Eustáquio dá-lhe as costas. Você xinga a mãe do Eustáquio. Eustáquio ignora-o. Você resolve, mesmo depois de 3 anos, contar que comeu a irmã do Eustáquio. Eustáquio volta e quebra seu nariz com um soco violento.

Agora, além de continuar empurrando as coisas com a barriga, precisa correr atrás do tempo perdido em que ficou hospitalizado.
Seu melhor amigo lhe odeia e já mandou avisar que, ou paga os quinhentos, ou ele lhe quebra as pernas.

E, como você gastou toda a sua grana em despesas médicas, está já começando a pensar em roubar as jóias da mãe que pertenceram à sua avó.
Pois o Eustáquio, dizem, está treinando Muay-Thay.

Prólogo

Muitas outras são as modalidades de resolução em que você pode se tornar - e de fato se torna - um indivíduo ainda pior no ano que adentra.
De fato, eu tenho muitas outras categorias a mencionar, mas não o faço por duas razões.
Sua tolerância para leituras mais longas (textos cujas extensões territoriais sejam superiores a uma folha A4, espaçamento duplo, fonte tamanho 16) encontrou esta preguiça que não lhe quer abandonar e eu ainda tenho respeito pela vadiagem alheia.

Claro, e porque uma de minhas resoluções para o ano é ser menos preguiçoso.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Obra, doente e a própria rurgs.

Papo reto porque não tenho condições pra muita conversa:

Reforma do estúdio até o Natal e estou de cama por tempo indeterminado. Como a demolição foi considerável, obviamente estou sem fone e net até segunda ordem (sim, eu consegui conectar porque resolvi dar um pulo aqui no Breda pra fortalecer aquele Top Gear do PAI e minha saúde NÃO AGRADECEU).

Em suma, de cama novamente e alguns dias sem postar.

Abraço

Topo do playlist:

Nada

Pensamento da semana:


O cada um tem o que merece infelizmente não pode me excluir. Vale por alheio, vale pra mim também.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Na Expomusic




- ... então deixa ver se entendi: tua proposta de endorser é baseada no fato de a cor laranja dos amps combinarem com a cor laranja do teu estúdio e o preto casar bem com teu chapéu?
- Isso!
- ...
- ...
- ...
- Quem cala consente?

Tarde top na Expomusic, em algum dia perdido deste ano. Dia de celebridade Z no stand da DiGiorgio, Space Jam Session no stand de instrumentos em miniatura do (nome italiano genérico, esqueci o nome) com direito a Tim Maia Racional no mais alto grau de não-magnetismo e chopp da Brahma até perder a TRAMONTANA!

Agora vou trabalhar um pouco!
Abraço!

Topo do playlist:

Highlander - MC Barriga
Cismando - Glênio Fagundes
Outra Campereada - Pirisca Greco
Fogueira da Milonga - Pirisca Greco
Empty Place - Victtoria

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Sonhos



Sou atormentado por um sonho recorrente.
Acredito que faça uns 8 anos em que, ao menos uma vez por mês, ele apareça. Muda o enredo, mudam os cuadjuvantes. Mas o cerne da questão é sempre o mesmo.

Descobrem que eu não terminei o segundo grau e eu sou obrigado a voltar pro colégio.

Como leitor de Jung, às vezes procuro encontrar algum significado nisso tudo. Pode ser porque eu sinta falta do colégio (gargalhadas), pode ser porque eu nunca tenha tido uma formatura nem permaneci tempo suficiente em educandário algum a ponto de estabelecer raízes naquele lugar...
Mas o mais certo (acho) é o fato de eu saber que, cuando apelei pro supletivo - pois não agüentava mais a escola - e fiz um vestibular só pela avacalhação E PASSEI, a diretora do supletão me passou um atestado de conclusão do ensino médio, antes que eu acabasse o mesmo para que eu pudesse me matricular na universidade.

Desnecessário dizer que nunca mais fui visto nas aulas...

Em suma, depois de aventuras insólitas por cursos de graduação aleatórios (jornalismo (UCS), direito (UCS, UNIDF e FSG), letras (UNOPAR) e medicina (Bolívia)), encontro-me aqui, randomizando e tocando o barco viking rumo ao precipício em que o mundo acaba!

Estou postando isso pois a maioria das pessoas me conheceu depois que sai da escola e algumas ficam curiosas sobre como se passou minha vida colegial.

"foi legal, cuando descobri o ensino público" - é o que respondo normalmente.

Segue "histórico escolar" entre primeiro e segundo graus?

1989 - 1991 - Sevigné (Porto Alegre)
1992 - 1996 - La Salle (Caxias do Sul) - Convidado a não renovar a matrícula para o ano seguinte
1997 - São José (Caxias do Sul) - Reprovado, consegui apelar para uma brecha do Mec na época e fazer um intensivo de férias no Culturão Supletivos, e, assim, ter minha carreira no ensino particular encerrada pois não fui aceito de volta.
1998 - 200o - Emílio Meyer (Caxias do Sul) - Onde aprendi tudo o que precisava realmente sobre a vida pré-adulta: brigas generalizadas, neguinho se dando facada no recreio, futebol penitenciário, diversidade total e Lei do Cão. Não fiz sequer uma inimizade e guardo amigos desta época até hoje. Surtei no final do segundo ano, e...
2001 - Culturão (Caxias do Sul) - Expulso no meio do primeiro bimestre
2001 - Mauá (Caxias do Sul) - Convidado a não renovar a matrícula para o módulo seguinte
2001 - Mutirão (Caxias do Sul) - Em uma semana, transferido para o...
2001 - Culturão (Caxias do Sul) - Segundo grau completo e fim de saga!

ps: o ensino superior teve momentos tão ou mais folclóricos, mas esta fica pra outra...

Topo do playlist:

Rafael Froner - Farol
Rafael Froner - Caminante
Álgida - Requiem
Glênio Fagundes - Cismando
Coplas de Martín Fierro - Aqui me pongo a cantar...

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Trabalhar em estúdio é uma atividade séria

Gravação da banda EL PASO, Estúdio Cativeiro, Santo André/SP. O pessoal estava demorando muito pra arrumar as coisas e eu já estava ficando impaciente.
Num momento completamente bipolar aleatório, resolvi que era a hora de adentrar no recinto e estabelecer autoridade.

Normalmente dá certo.

Desta vez, entretanto, o DER - guitarrista da banda - tinha uma resposta desconcertante.

Legenda (que consegui decifrar a muito custo):

- Tá, não sei se vocês tão achando que isso aqui é a Disneylândia, mas isso aqui é o fogo do inferno. Eu quero ver todo mundo arrumando essa merda pra gente começar a gravar, porque eu não tô aqui pra molecagem não.

- você quer botar a dentadura no cu e rir pra caralho?

Topo do playlist:

Glênio Fagundes - Cismando
The cure - Pornography
The cure - Desintegration
The cure - Bloodflowers
Joy Division - Closer

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

A arte de não se levar a sério



Sem mais.

domingo, 22 de novembro de 2009

Nationalsozialistische Deutsche Arbeiters Partei

"Canta, la gente está aplaudiendo
Y aúnque te estés muriendo
No conocen tu dolor"

(Cacho Cataña - Garganta con arena)


Seguinte, negada, AGORA EU QUERO É OUVIR POMBA CANTANDO FEITO CANARINHO BELGA em troca de changa.
A casa caiu, o tempo fechou. O estilo é o foda-se, o processo randômico é irreversível.
O corre é louco, o processo é lento, o tempo é ruim o tempo inteiro!

"Tá ligado, aquele que cai
Logicamente pode levantar
Mercenária, mercenária"

(MC Barriga - Mercenária)


Eu quero ver é VAGABUNDO chorando e DESCENDO A LADEIRA MESMO PRA APRENDER QUE O FORTE É O FORTE E O FRACO É O FRACO. Sem passar o pano, só entrando de carrinho no balde e apertando o botão do foda-se!

"Requisitou a proteção divina
E contemplou seu mundo tão pequeno
Sua vida inteira foi assim
Achando lindo, dando risada
Como quem colhe uma flor no inverno
Se foi com Deus pra outra campereada"

(Pirisca Greco - Outra campereada)


Já não era tava bonito, já não tava legal.
Já tava uma merda.

Agora, mais do que nunca, o sistema será o Nationalsozialistische Deutsche Arbeiters Partei E NÃO VAI TER QUEM PASSE UM PANO.

Sabe aquela coisa de "Isso é um absurdo?", "está tudo errado?", "forças ocultas nos lesaram?". Eu não acho nada de ruim, acho DO CARALHO! CUANTO MAIS VAGABUNDO SE FODE E CHORA, MAIS EU ACHO BONITO. E DOU RISADA


Topo do playlist:

GARGANTA CON ARENA NO REPEAT

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Tu vida tiene un carma... cantar, siempre cantar!



Encuentro de dos genios. Argentiníssimo!

Topo do playlist:

Garganta con Arena - Cacho Castaña
Pampa - Joca Martins, César Oliveira e Leonel Gomes
Soy Cordobés - Rodrigo "El Potro" Bueno
Balada para un loco - Polaco Goyeneche
Volver - Anibal Troilo y Astor Piazzolla

Pensamento da semana:

La perfección de un crime no vive en lo que haces, pero en lo que no haces!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Brasil (esteriotipação nacional superior)

A fim de confraternizar os estados brasileiros, famosa companhia de cerveja resolve patrocinar um Reality Show diferente.
Um bar, uma mesa e 26 cadeiras (cada uma representando um estado brasileiro mais o Tetraladado pelo Goías, vulgo DF). Participantes selecionados, encontro marcado para as oito da noite.

Possibilidades:


1 - O primeiro a chegar é o gaúcho, 15 minutos antes e passa o tempo inteiro falando que, com brasileiro, definitivamente, não dá! O carioca é o último, com 3 horas de atraso. O paulista confirmou presença mas não apareceu.
O programa é cancelado.

2- O produtor do Reality Show, paulistano, selecionou apenas um paulista, um mineiro e um travesti para representar o Rio de Janeiro, além de baianos para todo o resto que não fosse o Sul. O representante do Paraná era de Blumenau, o representante do Rio Grande do Sul era de Blumenau. O representante de Santa Catarina era curitibano.
O programa é cancelado.

3- Tudo dá certo, todos chegam no horário.
O paulista acha muita graça em citar o fato de o gaúcho estar sentado na ponta da mesa.
O gaúcho retruca que ao menos não torce pra um time apelidado de Bambi.
O carioca bota pilha.
O mineiro não entende.
O catarinense (de Blumenau, lógico) começa a ficar impaciente com a demora pra trazerem a cerveja.
O carioca já está no segundo chopp.
Ninguém entende de onde ele tirou o chopp.
O baiano tenta, sob protestos do pessoal do Sul, colocar uma fita de Axé.
O carioca chama o paulista de otário.
O pessoal do Norte e do Nordeste já excluiu o baiano e criou uma comunidade.
O capixaba tenta, em vão, convencer o paulista de que o Espírito Santo não tem nada a ver com a Bahia.
O baiano começa a chamar o pessoal da rua pra entrar e dançar.
O carioca tenta levar uma garçonete para o banheiro masculino.
O paulista conta uma piada de gaúcho e morre de rir. Sozinho.
O pessoal do Norte e Nordeste (menos o baiano) consegue monopolizar o recebimento de cerveja (o garçom é do Maranhão).
O pessoal do Sul não gosta e vai pra outra mesa. Não sem antes criar um hino e uma bandeira...

- Corta!

Comoção no bar

Diretor entra em cena

Silêncio

Câmeras ligadas, suspense ao vivo para todo o Brasil

Diretor: - Pára tudo, gente! Acabaram de me ligar!
Brasiliense: - Não sei de nada!
Diretor: - Esquecemos do Acre!!!!!!!!!
Paulista: - Quem?

O programa é cancelado.

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Timbaland da rurgs


www.sexocomcrianças.com.br

Trabalhadores compenetrados, em intervalo das gravações da MC Nati e MC Prika. O piá na frente é o Luís, vizinho e estagiário forçado que nos alcança cabos sob ameaça de curra caso não o faça. O canalha é o Breda. O cara sério sou eu.

Topo do playlist:

Horácio Guarany - Una canción a Latinoamerica
Borknagar - Ocean Rise
Frostmoon Eclipse - Fury of the elements
Glênio Fagundes - João Fortuna, João Louco
Fabiano Bacchieri - Potro sem dono

domingo, 8 de novembro de 2009

Centauros da ZONA DO MERETRÍCIO



Tá, tive um delírio em que poderia tomar um chá de sumiço logo no final de semana. Como anunciar o escape para as colinas é sempre um ímã para ser procurado, acabei tendo que adiar a fuga para segunda. INAPELAVELMENTE.

A foto acima é do meu boneco, feito por estes TARADOS e foi um presente que ganhei durante as gravações de umas músicas da banda deles, meses atrás.

De mais a mais, após a produção, em parceria com o Breda (sim, sim, sempre o Gorila ferramentado) de um GANGSTA RAP com letra sobre QUÍMICA ORGÂNICA, DUAS TEENAGERS DO SÃO CARLOS e UM NEGRO FOLK DA RURGS, em breve terei em mãos a mix de uma pérola digna de VÁRIOS ACESSOS NO YOUTUBE.

POR ORA, É SÓ!

Topo do playlist:


Um mix bastante diverso de funks da baixada santista, raps de São Paulo, milongas gaúchas e Cartolas.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

... mas essa sina que separa sol e lua, talvez um dia se confunda no arrebol!

SEGUINTE, COMO SAIREI DE CIRCULAÇÃO POR ALGUNS DIAS E ESTAREI RIGOROSAMENTE INCOMUNICÁVEL, APROVEITO PARA POSTAR UM TEXTO NOVO QUE ANDEI ESCREVENDO NUMA NOITE DESSAS DE FALTA EXTREMA DE SONO E BOM SENSO.

E, SIM: EU NÃO ME IMPORTO.

Já dizia o tal de Jesus Cristo, rei dos judeus, capo do catolicismo apostólico romano e prestidigitador da coletividade do médio-oriente, que esse lance de ser mais ou menos isso, mais ou menos aquilo não era com ele.
Quente ele engolia, frio ele engolia, mas, morno... ah... morno ele vomitava!

DEPOIS vieram os filósofos gregos. Platão (e seu amigo imaginário), Aristóteles e toda a turma fortaleciam no enaltecimento da temperança, que nada mais é do que o contrário do que Jesus (o próprio filho de Deus) apregoava em relação às atitudes das pessoas.

Enfim, como o mundo já virou mesmo num deus nos acuda (e Ele está ocupado com coisas mais importantes no momento) e você não quer ficar de fora da última moda de comportamento coletivo, é oficial: você vai se tornar um toxicômano, um pedreiro, um nóia de pedra. Um chupa-lata, em suma.

Claro que você não justificará tal decisão baseado somento no lógico "porque está na moda". Não! Claro que não! Você precisa de justificativas. E, como dentro em breve seu cérebro estará como um queijo suiço, mentalize alguma destas justificativas que lhe deixo, posto que seu processo criativo poderá estar bastante prejudicado quando você precisar dele.

5 justificativas para se fumar crack

1 - Por que emagrece: se você está acima do peso e quer entrar em forma, nenhum método é mais eficaz. Noites em claro errando pelas ruas atrás do vício e a diminuição gradual da fome (além da baixa considerável de sua imunidade, atraindo toda a sorte de viroses) certamente surtirão um resultado surpreendente em poucas semanas.

2 - Você ficará mais ligado com seu lado espiritual: o desprendimento total do apego material (afinal, em pouco tempo você venderá todos os objetos da casa por valores extremamente caridosos) é o primeiro grande passo para tocar o Absoluto. Em estágios mais avançados você passará mais tempo do lado de lá que do de cá, até cair pro lado de lá do muro e ingressar no infinito.

3 - Movimentar a economia do país é um dever cívico de todos: há décadas que o narcotráfico gera mais empregos do que a maioria das atividades "lícitas" no país. Comprando a pedra, você estará lubrificando as engrenagens desta grande máquina estatal de geração de trabalho.

4 - Nenhum lugar é bom o suficiente se não contar com um mendigo folk: esmolando para sustentar o vício, já lesado pela deterioração cerebral, suas palestras com as pessoas e monólogos desvairados certamente tornar-se-ão um atrativo do bairro (ou até da cidade em alguns casos). Você será usado como exemplo para que as crianças estudem e não caiam nas drogas. Em suma, você será patrimônio cultural vivo e folclore andante da localidade.

5 - O mundo está superpopuloso: abreviar a própria vida é tirar uma sobrecarga da Mãe Natureza. Um tapa na cara do egoísmo e uma ode à solidariedade.

Topo do playlist:

Outra campereada - Pirisca Grecco
Romance de fronteira - Pirisca Grecco
A vítima- Racionais
Gaúcho - Joca Martins
Mercenária - MC Barriga


Pensamento da semana:


Ser moderno, bissexual e blogueiro revolucionário de esquerda QUALQUER UM É. Eu quero ver é tu registrar o domínio WWW.SEXOCOMCRIANCAS.COM.BR

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Tangos sin delongas...

Recebi o CD da Tangos y Milongas. Candidato a melhor disco instrumental de 2009 no Rio Grande do Sul, facilmente. Um trabalho de referência que certamente vai pro currículo DOS IRMÃO!

Como não sou um idiota completo como o César Casara MALA ONDA, devo dizer que o trabalho dele na captação e mixagem foi mágico e o colocará - antes tarde do que nunca - numa posição de reconhecimento profissional há muito merecida, embora como humano e cidadão seja tão bem sucedido quanto o Juventude GLORIOSO.

Aconselho FORTEMENTE a procura do álbum

www.ytangos.com

Topo do playlist:

Tangos y Milongas - Disco todo
Mc Martinho - Novinha
Balu e Guininho - Só os convocados
Mc Barriga - Mercenária
Facção Central - Castelo Triste

domingo, 25 de outubro de 2009

Olá, Guardador de Rebanhos

"Olá, guardador de rebanhos,
Aí à beira da estrada,
Que te diz o vento que passa?"

"Que é vento, e que passa,
E que já passou antes,
E que passará depois.
E a ti o que te diz?"

"Muita cousa mais do que isso.
Fala-me de muitas outras cousas.
De memórias e de saudades
E de cousas que nunca foram."

"Nunca ouviste passar o vento.
O vento só fala do vento.
O que lhe ouviste foi mentira,
E a mentira está em ti."

Alberto Caeiro


Y Gaia, de nuevo, me llama...



Topo do playlist:


TIM MAIA RACIONAL

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Read the Book, the only book... the book of GOD!

Esta noite decidi fechar definitivamente a pasta com a próxima publicação. É. O livro novo está pronto e resolvi que não mexerei mais em nada. Nem tirar nem colocar nada!

Cuando sairá, por cual editora, aí eu não sei, porque o corre é louco e o randomismo - como sempre - é a lei.

Ah, sim... salvo mudança de humor, o título será Cartilha pós-moderna do redator de insultos.

As ilustrações serão do Piter Fontana (de novo e continuará sendo assim até ele desistir ou se matar por desgosto).

A propósito, como eu não tenho mais cópias do atual, http://www.maneco.com.br/index.php?menu=pesquisa_titulos_autores&expressao=KEHRWALD%2C+MAURICIO ei-lo aqui no caso de alguém querer se aventurar a tomar 3 cervejas a menos este mês e adquirí-lo (deixo claro que não estou afirmando ser esta uma boa troca de prioridades).

Enfim, encerrando o assunto, posto uma das histórias novas do próximo livro:

Gestores

Síndico: - Pois bem, peço o silêncio...
Velha do 402: - ... a culpa é da sua filha, que chega em casa todos os dias depois das onze horas e fazendo algazarra!
Proprietária do 401: - Dona Gertrudes, minha filha está morando em Londres faz seis anos!!
Síndico: - Por favor, um minuto, eu...
Proprietário do 602: -Pois eu digo mesmo, Alaor, eu digo. É um absurdo o som alto que seu filho ouve.
Alaor do 502: - Mas, Camargo, meu filho nem música ouve... deve ser a moça do 401...
Proprietária do 401: - Minha filha não mora aqui há seis anos!!
Síndico: (batendo na mesa) – Ei, pessoal! Temos assuntos a tratar... assuntos da máxima relevância...
Gostosa do 104: - Minhas calcinhas têm sumido do varal... acho que precisamos reforçar a segurança...

Proprietário do 204 sorri aliviado: as calcinhas na gaveta do filho adolescente não eram um sinal de viadagem.

Síndico: (batendo com as duas mãos na mesa) – Atenção, ei, aten... ei, alô, por favor...
Velha do 402: - Calcinha no varal... que pouca vergonha!
Proprietário do 203: - Coitada da moça! Todo o mundo sabe das pescarias de varal do filho punheteiro do Silveira, do 204...
Proprietário do 204: - Ah, é? E sabe onde o punheteiro do meu filho vai toda a tarde quanto o senhor e a senhora sua esposa, dona Márcia, saem para trabalhar?

Foi preciso que os vizinhos apartassem. Ambos queriam briga.

Proprietário do 203: - Mantenha o viado do seu filho longe da minha filhina! A Carolina é uma criança... inocente, ainda...
Síndico: (batendo com o sapato na mesa) PAM PAM PAM

Proprietário do 701: - Tá, mas quem é essa tal de Carolina?
Proprietário do 503: - Aquela loira gostosa que usa calça de ginástica coladinha...

Os vizinhos tiveram novamente que intervir. Nada mais natural que um pai proteja dos pedófilos sua criança inocente de 19 anos, peito 100, cintura 70, quadril 95.

Proprietário do 601: - Pois é, tudo muito legal, tudo muito bonito... mas... e aí? E o bêbado que chega todas as noites depois da meia-noite, gritando e fazendo escândalo...
Proprietária do 404: - Escuta aí, careca, você não se meta na minha vida e do meu marido. Pois saiba o senhor que ele não bebe... acontece que ele tem labirintite...
Proprietário do 601: - Velho Barreirite, a senhora quer dizer...
Síndico: (aos berros) – Ei, atenção! Esta reunião foi convocada para tratarmos... Ei! Larga a cadeira! Não precisa disso...
Proprietária do 404: - Velho Barreiro, é?! Velho Barreiro é o que o senhor bebe desde que a sua mulher “foi viajar” (fez as aspas com os dedos) há 1 ano e ainda não voltou...

Novamente entra a turma do deixa-disso

Sindico: (gritando) – Alguns condôminos ainda não pagaram o condomínio deste mês, e...
Proprietário do 203: - É o Silveira, caloteiro clássico do prédio!
Proprietário do 204: - É. É que é difícil ter como pagar o condomínio levando em conta a quantidade de preservativos que preciso comprar para o meu filho não engravidar a sua filha!

Desta feita não houve tempo para apartar: o pau comeu feio. Alguns dos moradores aproveitaram para, no meio do entrevero, golpear desafetos.

Síndico: Minha gente! Ei! Vamos parar! Temos assuntos para discutir... ei, solta essa cadeira!

Proprietário do 203: - Camisinha? Aproveita e compra umas pra Dona Solange (mulher do proprietário do 204) que é pra o enhor não precisar sustentar um filho do Orestes, o porteiro!
Proprietário do 204: - Como é que é?!
Proprietário do 402: - Ihh... o corno é sempre o último a saber...
Síndico: Ei! Não me importa quem é corno! Condomínio! Atrasos! Vamos pagando...
Proprietária do 404: - Pior do que isso é que tem gente (olhando para o proprietário do 601) que está careca de saber que foi largado pela mulher...
Proprietário do 601: - Minha esposa está fazendo um curso no exterior, e... ei, parem de rir, seus putos... e além do mais, quem não tarda em ser largada é a senhora. Seu marido, até entendo, só bebendo pra encarar essa carcaça pelancuda...
Proprietária do 404: - Ora, seu...
Proprietário do 601: - A propósito, será que hoje ele acha o caminho de casa?
Proprietário do 204: - ... tá, mas que história é essa do Orestes porteiro?

Risos gerais

Síndico: Ei, ei! Por gentileza... ei, calma... o senhor vai pagar pela manutenção desta cadeira... ei, vamos ser razoáveis... ei, porra, seu filho da puta, solta este vaso! Por favor, há muito débito aqui... eu...

Proprietário do 504: - Pessoal! Pessoal! Por favor, eu gostaria de falar uma coisa!

(silêncio)

Proprietário do 504: - Olha, eu sou o vizinho novo de todos vocês. Me mudei ontem , e, hoje, ao pegar o elevador, vi o informativo sobre a reunião com os condôminos.
Pensei: nem vou até o meu apartamento – e olha que tenho muito o que fazer nele – mas quero conhecer logo os novos vizinhos.
Liguei pra mulher e avisei que estaria na reunião... quero dizer, eu poderia estar em casa, mas estou aqui, pois queria conhecer a todos... prazer, eu sou o Padilha. Cláudio Padilha.

Uns murmuraram: “Muito prazer”, “oi”, mas o que mais se ouviu foram cochichos de “que vergonha”, “olha, na frente do homem”, “o que ele vai pensar” e etc.

Síndico: - Ora, ora! Vizinho novo e eu nem estava sabendo... pois então, seu Padilha, quais são suas expectativas quanto ao prédio?

Proprietário do 504: - Eu, na verdade, estou bastante otimista. Vejo que hão arestar a serem aparadas, mas, poxa! Todos trabalhamos demais, ou temos filhos adolescentes, prestações, chefes chatos, funcionários preguiçosos... acaba que o condomínio se torna como que uma família forçada.
O prédio é a válvula de escape, e, por isso, acabamos por brigar...
Proprietário do 203: - Com licença, o senhor trabalha com o que mesmo?
Proprietário do 504: - Ah, perdão! Eu sou Gestor em Excelência de Market share. Tome, fique com meu cartão, até para quando quiser uma ajuda pra pintar garagem, conversar sobre política, futebol (e estendeu o cartão).
Bem, eu tenho uma porção de idéias, mas estou chegando agora e gostaria de, se possível for, ouvir as de todos (sorriu).

Ficou decidido que o novo vizinho falaria por primeiro, afinal, todos queriam apagar a primeira impressão causada.
E assim foi feito

Por cerca de 40 minutos todos ouviram maravilhados os planos de Cláudio Padilha para “implementação de novos paradigmas quanto à potencialização da separação do lixo”, “agregar valor ao condomínio, substituindo a calefação central por captação de energia solar” e “sistema de rodízio intrapessoal”, este último que ninguém entendeu mas todos acharam o nome bonito.
Após sua explanação - aplausos e tapinhas nas costas e exclamações de “graaaande Padilha” e “esse sim é gestor de verdade” e “Padilha para síndico predial” (está última causando um certo mal-estar entre o síndico e o novo messias do condomínio (logo contornado pela simpatia deste)) – foi a vez dos demais.

Proprietário do 101: - Eu sugiro câmeras de segurança...
Proprietária do 102: - Eu sugiro uma pintura nova em roxo e verde...
Proprietárioa do 104: - Exijo proteror individual para varais...

Etc.

Até que chegoua a vez do Coimbra, velho habitante do prédio:

Coimbra: - Bom, eu como mais antigo morador desta edificação, exijo a troca da lâmpada do meu 5 andar por uma mais forte, que a visão já não é a mesma de uns anos atrás...
Proprietário do 504: - Ah, então somos vizinhos de andar, senhor...
Coimbra: - Coimbra!
Proprietário do 504: Pois então, seu Coimbra, qual é o seu apartamento mesmo?
Coimbra: - 504!
Proprietário do 504: (...)
Coimbra: - O que houve?
Proprietário do 504: - Estranho... eu achava que o meu fosse o 504...
Coimbra: (...)
Proprietário do 504: (...)
Coimbra: (...)
Proprietária do 401: - Ah, vai ver o senhor se enganou, vai ver é o 604...
Proprietário do 604: - Não. O 604 é o meu...
Padilha: - Esperem! Este prédio é o Piazza Sbaglio, certo?
Síndico: - Sim, é o Piazza Sbaglio, bloco B.
Padilha: - Tem dois blocos????
Uníssono: - Tem!!!!
Padilha: Puta merda, entrei no bloco errado!

Grande gestor, você, Cláudio Padilha!


Topo do playlist:


Novinha - MC Martinho
Casa do Coreano - Balu e Guininho
High - Lighthouse Family
Sou hipocondríaco com força - 2ois
La Yapa - Soledad Pastorutti y Chaqueño Palavecino

Pensamento da semana:

Tenho sorte que Deus tenha uma tolerância infinita com meu humor de a cadeia e de a ateísmo.

quinta-feira, 8 de outubro de 2009

TANGOS Y MILONGAS




Após ERAS de atrasos, por conta de mobralidades do MALA ONDA, finalmente rolará o lançamento do ÁLBUM da TANGOS Y MILONGAS (agora chama yTangos por sugestão imbecil do MALA ONDA, acatada pelos demais).

Bem, mas a questão é a seguinte: o show deles é DO CARALHO, as músicas próprias são ótimas e VALE MUITO A PENA conferir.
Pra quem mora em Caxias e vive reclamando que não rola nada de BOM aí, vale a experiência de assistir uma gurizada sadia mandando uns tangaços, umas milongas e umas chacareras como se não houvesse amanhã e como se todos tivessem mascado meio quilo de Cacto San Pedro!

Sangue bom TOP

A formação é:

Cristiano Klein: percussões xiitas até a morte
Tomás Savaris: violão
Rafael Scopel: acordeón
Breda: baixo
Outro elemento irrelevante: piano

Topo do playlist:

Dio Porco - Unholy Devastation
High - Lighthouse Family
Milonga Sentimental - Otros Aires
Época - Proyecto Gotan
Postcards from heaven - Lighthouse family

sábado, 3 de outubro de 2009

Rio de Janeiro



Evento: roda de samba no Flamengo!
Critérios para participar: estar vivo e ter algo que faça barulho
Público alvo: randômico
Ponto forte do evento: cada violonista tocando uma sequência diferente de acordes

Topo do playlist:

Joca Martins

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

E o vento que vem do sul...

Quero ver quem é quem
Quem vai formar com nós agora
No estúdio do Mala Onda
Tem Akg e também Neumann

Quero ver quem é quem
Não vai ter quem passe a ronda
Vamos pegar A BOA
No estúdio do Mala Onda

Os moleque é zica
Os moleque é apetite
Quem formar também fica
Com equipo de elite

Quero ver quem é quem
Não vai ter quem passe a ronda
Vamos pegar A BOA
No estúdio do Mala Onda

Pode pensar no assunto
Remoer ética e moral
Depois o assunto é defunto
Mas se formar vai ser legal!

Mala Onda lesa
Mala Onda prejudica
Se os moleques não se apóia
Meu Deus, como é que fica?????

Quero ver quem é quem
Não vai ter quem passe a ronda
Vamos pegar A BOA
No estúdio do Mala Onda

Topo do playlist:

Eu mesmo tocando violão (não que me agrade, mas é o que está rolando no momento)

domingo, 27 de setembro de 2009

Para constar...

Sem muitas novidades, além da explosão de um quarteirão inteiro aqui em Santo André (que aliás só entra no noticioso por conta de tragédias e fatos bizarros) sigo tocando a barca aos gritos:

- Virar a estibordo!
- Mas, Capitão, o estibordo é qual lado mesmo?
- Sei lá, vira aí pra qualquer lado e foda-se!

E como já dizia véio Jayme:

"Patrícios são os teatinos
Que são donos de si
Fazem pátria por aí
Traçando os próprios destinos"

Topo do playlist:

Lighthouse Family e a Unholy Devastation

domingo, 20 de setembro de 2009

20 de Setembro + Folclore carioca



Após uma semana de Rio de Janeiro, terminando pendências do Martín Fierro e dormindo PRA CARALHO, parto, em algumas horas, pra SP.
É impressionante o quanto eu gosto do Brasil quando deixo de lado a imprensa esportiva.

Gostaria de participar um fato insólito sobre minha última noite aqui na cidade: após janta épica no restaurante Severyna (comida nordestina, por suposto) fui CONCLAMADO por uma roda de samba em plena rua.

Após algumas músicas:

Homem por volta dos 50, branco, embriagado:

- Judeu?
- O que?
- Você é Judeu?
- Claro!
- (sorriso)
- O senhor também?
- Não, mas eu gosto muito, MUITO de vocês.

E me deu um abraço. Só eu passo por essas coisas, acho.

De mais a mais, não poderia deixar de fazer uma menção ao nosso feriado, que para o desespero geral do Rio Grande, caiu num Domingo este ano, mas que tem um grande significado pra nós, gaúchos.

"O gaúcho, desde piá, vai aprendendo: a ser valente, não ter medo, ter coragem. Em manotaços to tempo e em bochinchos... retempera e emoldura a sua imagem".

Topo do playlist:


High - Lighthouse Family
Postcards from heaven - Lighthouse Family
Gramado - Ludov
7 anos - Ludov
Dorme em paz - Ludov

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

De férias no Rio e São Paulo semana que vem

Passando uma semana de férias no Rio de Janeiro, enquanto espero pela chegada do Ganso em Santo André de sua tour Disney/Porto Alegre.

Espero que tenha sido comido pelo Mickey.

Se rolar, em breve, postarei fotos folclóricas por aqui.

Enquanto isso agradeço pelas mais gentis palavras já escritas a meu respeito.


http://nasasasdovento.blogspot.com/2009/09/no-corre-loco.html



Topo do playlist:


Um final de semana sem música e um pouco de Franz Ferdinand.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

E-mails que recebo dos meus amigos III

Tenho um grande amigo chamado Renan.
O sujeito é um imbecil completo assim como eu. Age de forma randômica, incoerente, suicida, nonsense e tem como característica comum a mim o fato de NUNCA se fuder seriamente.

A última gauchada do rapaz foi METER uma mudança baixo-orçamento pra NATAL, no Rio Grande do Norte.

Como eu estou indo pra São Paulo novamente, percebemos que vamos ficar um bom tempo sem ver a fuça um do outro, então decidimos fazer um acampamento PRIMITIVO, PAGÃO, ANTIGO, RACIONAL SUPERIOR, TEATINO, FOLK e BAIXO-ORÇAMENTO.

Como ele ia viajar dois dias depois, pedi-lhe que me enviasse um mail assim que pudesse, me relatando sobre o FOLCLORE local.

Eis que meu grande amigo me presenteia com esta pérola...

... que divido agora convosco.

> Date: Wed, 9 Sep 2009 12:10:25 -0300
> Subject:
> From: renam.alexandre@gmail.com
> To: mauricio_kehrwald_cruz@hotmail.com
>
> Tags em ordem aleatória:
>
> -Bunda de praia dotô!
> -Tapioca
> -Feijão Verde
> -Graviola
> -Forró
> -Skol e Bohemia custam a mesma coisa!
> -FORRÓ!
> -República de estudantes com 10 moradores. (FOLCLORE CONTINENTAL)
> -Feira da Rua 4, ou vucovuco, ou Mercado Negro, ou o próprio
> CONTRABANDO funcionando ao lado da feira da cidade.
> -Bicicleta de R$50.
> -Pedalada de 120km pra Maxaranguape.
> -Sol Subsaariano
> -Pescadores Imortais
> -MUITA XANGA!!!
> -Espécies de sub-emprego endêmicas da região. Ex.: lavador de pés de turista.
> -Minha casa é do lado da Rua da Salsa, hoje a maior vergonha de Natal
> graças a SEVERA prostituição.
> -FODA PORCA!
> -Melhor maconha do mundo.
> -Hoje brotou minha Argyrea nervosa, uma trepaedeira que tem LSA na semente.
> -Raoni, carioca, negro, aprox.1,95m, médico, traficante, noiado de
> Prozac, Revotril(esses são os remédios que o sujeito, pensa as drogas
> então...)... só idéia errada.
> -Sagüis no meio da rua.
> -Idosos da Escola Empírica do Proceder - não tenho como expressar o folclore.
> Aliás aqui o pessoal não dá muito valor pra essas fita de embasamento teórico.
> -Uma facada é equivalente a um tapa na cara.
> -Todo nativo tem algum parente que morreu de facada.
> -Religião: 95%evangélicos, 4%ateus, 1%rastafari.
> -Aqui o pessoal costuma cumprir o que promete... por mais bizarro que pareça.
> -"essi omi = tu"
> -"minha boyzinha = minha boy = minha namorada"

> -"lombra = fita = parada = coringa das gírias do submundo"
>
> Subindo e descendo a Planície sem razão.
> Qualquer hora te mando umas fotos.

Topo do playlist:

Exército de um homem só - Engenheiros do Hawaii
A conquista do espaço - Engenheiros do Hawaii
Os ratos - Cartolas
Dom Quixote - Humberto Gessinger
Cara de vilão - Cartolas

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Enfim y Fronergüelo

Voltei na ilusão campechana de que a demo da Unholy Devastation seria a última gravação do ano em Caxias.

Eu sou um otário.

Do nada, eis que o telefone toca e o FRONER comunica-me que:

1- Está em Caxias
2- Está pegando um ônibus e vindo pro estúdio
3- Está com o violão e vai gravar as músicas pra inscrever seu projeto no Fundo Procultura

Em meio ao caos, o telefone toca novamente e, mais por impulso que por outra coisa, marco mais uma gravação pra hoje.

As músicas do Froner estão sensacionais e tenho de aproveitar esta última semana (agora é sério) aqui pra fazer os corres loucos dos projetos.

Topo do playlist:

Caminante - Froner
Na temporal linha até a morte - Froner
Pátria, pampa y libertad - Froner y Pátria y Libertad
The way you'll be reminded - Land of fog
Marching to Victory - Land of fog

Pensamento da semana:

O futebol carioca é o New Wave of British Heavy Metal do futebol

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Volto amanhã

Ainda em Barbosa.

Volto terça, ou seja, amanhã.

Deixando pra trás mais uma porcentagem da minha sanidade mental, saúde estomacal e tolerância com equipamentos ruins.

Ódio e segregação ao Windows.

Topo do playlist:

Só Thorns of Evil, até amanhã cedo.

sábado, 5 de setembro de 2009

WINDOWS, CHUPA MEU PAU, FILHO DA PUTA!

WINDOWS HIJO DE PUTA, YUPA MI PIJA, CARAJO!

MACMINI COM WINDOWS É NA CADEIA, CHUPA AQUI CARALHO!!!!!!!!!!!

PROTOOLS É O CARALHO, CUBASE É O CARALHO!

O CARALHO É O CARALHO, PORRA!

CARAJO.

É OFICIAL: O PC VAI PRO LIXO E O MACMINI EU VOU ARREMESSAR DENTRO DO CATIVEIRO EM SÃO PAULO

Topo do playlist:

Playlist é o caralho

Pensamento da semana:

Bill Gates, vou estuprar sua família na sua frente!

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

E-mails que recebo dos meus amigos II



Não é exatamente um e-mail, mas eu não tinha como não postar.

Viajo hoje pra Carlos Barbosa, finalizar o disco da Thorns of Evil.
Terça, gravação do EP da Unholy Devastation.

Quarta ou quinta eu finalmente viajo.


Topo do playlist:

Sou hipocondríaco com força - 2ois
Só os convocados - Balu e Guininho
Garganta con arena - Soledad Pastorutti
Rehab - Amy Winehouse
23 - 3onfall

sábado, 29 de agosto de 2009

Informes



Foto tirada pelo Wilbert, na última noite de bebedeira folk (que, como pode-se ver, terminou só pela manhã glacial de Caxias do Sul)


Primeiramente, pras pessoas que têm tentado me ligar, em vão: estou vivendo num fuso estranhíssimo, ainda! Não é má-vontade de atender o telefone. Ao menos não desta vez...

Final de semana reservado pra gravação das vozes da Thorns of Evil: condenser cobra + sm57 pra mostrar que aqui o forte é o fortalecimento do forte!

Tengo que hablar con vos, pero no sé cuando te pone online!

Já devo ter dito, mas não custa repetir: pra marcar ensaio no estúdio, vale o número habitual (54)35347750, mas vocês vão falar com um sujeito chamado Melchior, que é MUITO mais simpático e prestativo do que eu.

Terminando de gravar também a demo do Messerkampf. Pagan Black Metal tosquíssimo e primitivo com influências de Old Burzum e Rammstein (???)

Num rompante ditatorial, resetei o Cuarto dos Fundos (www.cuartodosfundos.blogspot.com) porém o mesmo será reativado assim que o Protocolo 43-B parágrafo 11, oitava linha (CVPCC) estiver concluído.

Topo do playlist:

Run for the Night - Blind Guardian
O House do Melão - Cartolas
Sou hipocondríaco com força - 2ois
Umbabaraúma - Jorge Benjor
Jorge da CApadócia - Jorge Benjor

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Sob a égide de um fuso horário maluco

Vivendo novamente sob a égide de um fuso horário maluco, recebi o capanga que trabalhará aqui no estúdio comigo e carreira solo enquanto eu estiver fora.

Após virar a noite no Ilex paraguariensis pura hoja, saí, de manhã cedo para mostrar lugares da cidade que talvez sejam importantes.

E foi aí que eu percebi algo que não havia percebido TÃO CLARAMENTE ainda: Caxias do Sul é muito pequena!

Y fué muy bueno saber de tu sueño!

Topo do playlist:

Tio Anastácio - Jayme Caetano Braun
Galo de Rinha - Jayme Caetano Braun
Remorsos de Castrador - Jayme Caetano Braun
Cavalo Crioulo - Joca Martins
Branco ou colorado - Jayme Caetano Braun

Pensamento da semana:


Triste é ser wannabe de putinha folk 7 anos mais nova!

terça-feira, 25 de agosto de 2009

Aleatoriedades


Thiago Wilbert, cantor e bêbado folk da banda Tia Chica, mostrando que não há limite para a falta de limite

Enquanto espero um bounce ETERNO do Protools, escrevo:

A semana passada começou bem: em algum dia que eu obviamente não recordo, o Alemão, percussionista da Tangos y Milongas (que agora, por sugestão imbecil aceita sabe-se lá por que cargas d'água, chama-se yTangos) me deu o prazer de sua visita.

A visita até não seria tão interessante, não fosse o fato de ter vindo acompanhada de um BAITA, eu disse BAITA presente: uma bomba de chimarrão novíssima e high-tech (tem até como limpar por dentro). Fiquei feliz pra caralho.

Sexta-feira resolvi sair. Obviamente perdi a compostura, o que resultou em coisas como a foto acima.

E a certeza de que alguns circos têm palhaços como os donos.

Sábado aceitei um convite de trabalho (que sinceramente levei mais pelo folklore): ser roadie da banda Ton e os Karas, em Guaporé.

Ótima oportunidade pra vomitar pela janela da van, expurgando todo o excesso cometido na noite anterior.

Vários fatos esdrúxulos antes, durante e depois do show. Deixarei as piadas técnicas de lado (tipo, absurdos sobre freqüências sonoras e timbres de amplificadores valvulados) e relatarei apenas uma das pérolas, que nem foi a pior:

1 - bêbado (possivelmente havia fumado uma pedra também) gritando "toca ACDC" a cada 2 minutos. Durante a execução da clássica Jailbreak, da supracitada banda, o mesmo cola no Caldo (guitarrista da banda) e grita: "toca ACDC".

Perplexo, Caldo pára de tocar, olha rindo para o meliante e grita:

- Cara, isso É ACDC!

Não satisfeito, nosso intrépido nóia soletra:

- Não, eu disse EI, CI, DI, CI...

Enfim, acertando últimos detalhes para a viagem e hoje o Melchior, meu substituto aqui no Martín Fierro enquanto eu subo a planície, começa a trabalhar.

Buen'onda para nosotros!
Y, por supuesto, para vos...

Topo do playlist:

Funk do Pantro - U.D.R.
Jorge da Capadócia - Jorge Benjor
Mas que nada - Fiorella Mannoia
Cara de vilão - Cartolas
Al tranquito de Monona - Lucio Yanel

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

E-mails que recebo de meus amigos I

Depois de receber este e-mail, fui obrigado a abandonar o castelhanismo por um momento e tornar pública esta declaração do Japa, sobre sua rotina no Jiu Jitsu:

From: fabiano_naragoth@hotmail.com
To: mauricio_kehrwald_cruz@hotmail.com
Subject: Novas!!!
Date: Mon, 17 Aug 2009 08:58:18 -0300

Não é lá muito importante, mas achei que você gostaria de saber: ESTOU COM ORELHINHA DE QUEM DÁ E LEVA PORRADA!!!

Realmente tal informação mudou meus planos pro resto do ano!

Topo do playlist:

Ocean Rise - Borknagar
Universal - Borknagar
Witching Hour - Borknagar
Love Song - Sara Bareilles
Heirate Mich - Rammstein


Pensamento da semana:

Cada um tem os amigos que merece


domingo, 16 de agosto de 2009

Nuevas, viejas y cuarteteando

Quedate tranquilooooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ya tengo quien toque el estúdio mientras yo no estoy (y no estaré por mucho tiempo). El se llama Melchior Klein, no es de Caxias, no tiene amigos acá y empezará a trabajar en Setembro.

Thorns of Evil finalizando las grabaciones, yo vuelvo a São Paulo.

Y olvidaré para siempre la mala onda.

Topo do playlist:

Petiço pipeiro - Glênio Fagundes
Negro de 35 - César Passarinho
Fim de mês - César Passarinho
Informe policial - Rodrigo "El potro"
Que ironia - Rodrigo "El Potro"

sábado, 8 de agosto de 2009

Tramontina, Santa Clara, ACBF y Thorns of Evil

Carlos Barbosa es siempre un buen lugar para recuerdar viejas cosas y viejos tiempos.

Ah, si, y escuchar las nuevas trampas del Pagan Folk.


Topo do playlist:

Bathory - A fine day to die
Borknagar - Ocean Rise
Black Rio - Maria Fumaça
Iron Maiden - Prowler
Racionais - Jorge da Capadócia

sábado, 25 de julho de 2009

Pa' olvidar la mala onda

La ciudad fue sitiada por el nuevo virus y por el clima glacial del invierno gaucho.

Así, estoy entricherado en mi bunker y me quedo muy tranquilo, pues tengo el mate, una pistola, y una certeza: nadie más podrá enbustearme de nuevo.

Vacaciones para assistir películas, pagar las rentas y olvidar la mala onda.

Topo do playlist:

Aprovechando el silencio

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Usted es realmente muy glorioso!

No es de hoy que el mundo es esta caja de bizarridad. No. El freakshow viene de muy lejos con la historia de la humanidad.

Quien soy yo, doctor, para julgar quien sea? Quien soy yo para decir se algo es correcto?

Bueno, pero, aúnque yo no julgue, yo puedo burlar.

Pues cada uno es la estampa del equipo pa' quien hincha!

http://cuckoldcream.com/maintour.php/17763/19/A


Your club is racist
And hate black guys
But all neo-fascist
Licks up wife's creampies

Topo do playlist:

Petiço Pipeiro - Glênio Fagundes
João Fortuna, João Louco - Glênio Fagundes
Hai quien di - Luar na Lubre
Espiral - Luar na Lubre
Chimarrão de gosto amargo - César Oliveira

terça-feira, 21 de julho de 2009

Cien años de soledad

Brotei do ventre da Pampa
que é Pátria na minha Terra.
Sou resumo de uma guerra
que ainda tem importância.


Arriba del cielo, mientras la mezcalina y la literatura sulamericana, mientras el mate y la musica característica del sur y otros generos más populares, seguimos grabando la vida en vivo.

Cremando viejas cosas en la hoguera de mi casa, pa' olvidar viejas dolores.


Topo do playlist:

Chaqueño Palavecino y Soledad - La yapa
King Diamond - Halloween
José Larralde - Grito Changa
Tim Maia - O caminho do bem
Pink Floyd - Goodbye cruel world

sexta-feira, 17 de julho de 2009

READ THE BOOK, THE ONLY BOOK, THE BOOK OF GOD



Seguinte, macacada, andei pensando...
Como gasto cuase toda a minha grana entre livros, cerveja (em fases mais obscuras) e gelatina, resolvi deixar uma proposta pra vocês.

Cuase todos têm livros parados em casa, certo?

Eu ainda tenho alguns "Mal-humorados, uma guia para com eles" comigo e resolvi desfazer-me deles na base do escambo, puro e simples.
Funciona da seguinte maneira: tu manda a proposta de troca para o meu e-mail (mauricio_kehrwald_cruz@hotmail.com) e eu respondo, dizendo se aceito ou não.

É provável que eu aceite, se o livro estiver em boas condições e eu já não o possuir em meu acervo.

Propostas incluindo autoajudasouumcampeao, espiritismo, poesia, Paulo Coelho, Sabrinas (e afins) serão respondidas com uma foto pornô de traveco.

Vale coleção vaga-lume;
Vale autores desconhecidos;
Vale filosofia;

Eu sou um leitor bem randômico.

ps: mandando o troço como correspondência, se gasta em correio entre R$2 e R$4.

BAITA NEGÓCIO!

Topo do playlist:

O dever de fazer propaganda deste conhecimento - Tim Maia
Negro de 35 - César Passarinho
Fim de mês - César Passarinho

Imunização Racional (Que beleza!) - Tim Maia
You don't know what i know - Tim Maia



terça-feira, 14 de julho de 2009

Chega!

Não sou santo nem um poço de virtudes
Não sou tão organizado como gostaria de ser
Não sou sequer grande coisa como ser humano

Mas tenho alguns pontos a meu favor. E não tenho mais como tentar contribuir para causas perdidas.

Com o tempo se percebe certas coisas. O Breda é um monstrengo ignorante exatamente do mesmo jeito que eu era cuando queria ver as coisas mais absurdas pararem de acontecer. Só que do lado de cá da ponte, eu não consigo mais ver o que ele vê.
E chuto meu saco por ter percebido ontem que ele tá coberto de razão!

É um troglodita, mas está coberto de razão.

E é visto do mesmo jeito que eu era cuando eu AINDA tinha razão no que eu fazia. Agora ele paga o preço de dar a bater a cara que ninguém mais quer dar.

Ao menos EU consigo reconhecer o valor de algumas coisas e pessoas.

Não é uma firma, mas, por vezes, é igual ou PIOR. No pior lado do corporativismo.

E pra mim chega!

Topo do playlist:

Jorge da Capadócia - Racionais
Jorge da Capadócia - Racionais
A vida é desafio - Racionais
Jesus Chorou - Racionais
Jorge da Capadócia - Racionais

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Virtuosos

Vivo em um mundo cheio de virtuosos, com o agravante de eu ser o único imbecil!

Topo do playlist:

Tentando não escutar nada!


segunda-feira, 6 de julho de 2009

Mágico

Eu, em frente aos estúdio, acocorado, num rompante de Imperador prussiano.


Temos o hábito de irritarmo-nos com as atitudes imbecis dos nossos amigos. E temos a tendência a irritarmo-nos muito mais cuando tais atitudes são TÃO IMBECIS quanto as nossas.

Meu discurso sempre foi o de que as pessoas deveriam ignorar o que eu falo e considerar somente o que eu faço no que tange ao singelo mundo das relações interpessoais de alto rendimento (vulgo amizade).

E é realmente legal ter lembretes de que eu também sou assim: eu resmungo, xingo, reclamo, insulto, faço a redação de manifestos protestantes, mas, no final das contas, tenho a tendência de não deixar meus amigos na mão.

Acho que tive isso de volta na sexta.

No mais, folga do trabalho e a certeza de um final de semana épico cumprido. É paranormal como entre algumas pessoas mesmo o tempo e a distância não separam nem desvinculam nas coisas mais básicas. Estou até agora em choque.

De brinde, a lembrança de que, o que eu fui, CERTAMENTE foi a base do que eu sou hoje. E lembranças que meu cérebro havia substituído por pornografia oriental ou suprimido por falta de espaço vieram à tona.

Mágico.

E eterno do supermundo.
Topo do playlist:
Sara Bareilles - Love Song
Sara Bareilles - Bottle it up
Franz Ferdinand - Take me oot
Franz Ferdinand - Ootsiders
Fito Paes - Mariposa Tecnicolor

sexta-feira, 3 de julho de 2009

CRACK NEM PENSAR




Pensamento da semana:


É oficial. A RBS está conseguindo me convencer a fumar pedra.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Banda Oriental (siempre)

Reinauguração do Martín Fierro (Laranja) hoje. Ensaio geral pré-gravação da Banda Rios do Uruguay (candomble, milonga y chacareras).

Mais um dia pra abolir o português do estúdio e pra cometer todas as minhas piadas de uruguaio, que só quem é do Rio Grande entende e acha graça.

Uruguay? Ah, si, la hacienda de Brizola...

El estúdio es pequeño, si... pero creo que ustedes están acostumbrados con eso, pues el estúdio tiene la mitad del'area total de Montevideo...

Etc.

Topo do playlist:

Love Song - Sara Bareilles
Tempo ruim - AFARSA
Amor de ressaca - Ton e os Karas
The time - The smashing pumpkins
A letter to Elise - The cure

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Propaganda

Ei-lo:

Livraria do Maneco
Livraria Cultura

segunda-feira, 22 de junho de 2009

El Paso


Após outro domingo normal e desejando o enforcamento de Adenor Bacchi - o Tite - consegui colocar alguns trabalhos em dia.
O livro já está na livraria e tenho algumas cópias comigo, não que eu realmente me importe com tal acontecimento, mas... estou comunicando.
Enfim, cuando eu tiver vergonha na cara, tirarei uma foto da capa do mesmo pra postar aqui. Fica pra mais além...

Mas o que eu queria falar é o seguinte: tive a oportunidade de conhecer uma banda sensacional em Santo André, cuja existência nunca mencionei aqui pois sou um sujeito lesado e somente relembrei de escutar suas músicas novamente hoje.

A banda chama "El paso" e eu tive o prazer de participar de todo o processo de gravação das guitarras do álbum deles, que ainda está sendo finalizado, lá no Cativeiro (este simpático pardieiro que serve de fundo para este não menos simpático sujeito na foto).

Segue o myspace dos guris, que contém versões de pré-produção em algum ensaio baixo-orçamento que fizeram, mas já dá pra se ter uma idéia da potência da banda.

Confesso que perder o restante das sessões de gravação da banda me deixou bastante puto, mas eu precisava voltar pra Caxias... paciência! Acredito ter dado minha contribuição e agora eles estão em ótimas mãos, lá com o Júnior...

Era isso!

Topo do playlist:

Faltam palavras - El Paso
Mulheres voadoras - El Paso
El Mariachi - El Paso
Lama - El Paso
Aquela vez - El Paso

sábado, 20 de junho de 2009

Do Bunker para a rurgs

Acabei de raptar meu amigo Vento e, juntos, protagonizamos estratégica retirada do bar. Meu rompante de canalhice de resultado/cafajestango deu nisso...
...vou esperar uns 40 minutos e VOU VOLTAR, DOUTOR!
E vou continuar na PERCA TOTAL DE CONTROLE!

Topo do playlist:

Tom e os karas mandando cover do Legião

terça-feira, 16 de junho de 2009

Segunda-feira ligeira

Eu, interpretando um clássico da música Racional: "Guiné Bissau, Moçambique e Angola"



Segunda-feira cuartetera y característica. Após chegar em casa pela manhã, sol a pico, o desmaio na cama foi inevitável. Sono interrompido DEZENAS, eu disse DEZENAS de vezes por motivo de telefone tocando até o súbito falecimento do mesmo (é com pesar que participamos o passamento do ilmo sr. Nokia etc).

À noite, mixagem de uma banda de harcore ou algo que o valha e a conversa com o piá da banda que me fez lembrar que, além do trabalho, sempre há uma função social a ser cumprida, se não por diletância, que seja por ética ou qualquer conceito que seja. Guri legal, me fez lembrar de mim mesmo com aquela idade. Isso antes de eu crescer e me tornar isso.

Mais tarde, começamos as gravações de bateria da Ton e os caras. E trabalhar com o Kiko Favero é sempre uma experiência edificante, pois além de estar SEMPRE LIGEIRO, sua voz é um subwoofer e o cara SEMPRE aprende alguma coisa muito útil. Valeu Kiko! (não, ele não vai ler isso nunca)

O resto é o de sempre: chimarrão e comparações entre gravações e esquemas táticos.

Ah, sim... A EDITORA ME MANDOU UM E-MAIL AVISANDO QUE O LIVRO ESTÁ PRONTO! SIM! INACREDITÁVEL! ACHO QUE ELES LANÇAM OFICIALMENTE NA SEMANA QUE VEM, MAS, ENQUANTO ISSO, VOU PEGAR UMAS CÓPIAS COM ELES PRA FAZER O MERCADO NEGRO.

SEGUE INFORMAÇÕES SOBRE O MESMO:

TÍTULO: "MAL-HUMORADOS, UM GUIA PARA COM ELES"
ANO: 2009
AUTOR: MAURÍCIO ALEJÁNDRO KEHRWALD
EDITORA: LIVRARIA DO MANECO

COLOCARIA AQUI OS TÍTULOS DAS HISTÓRIAS, MAS COMO SOU UM CARA LESADO DEVO AVISAR QUE NÃO ME LEMBRO DE TODOS... MAS AGORA ME OCORREM 5 (SÃO 11 AO TODO, ACHO):

TAURINO, TEUTÔNICO E TEIMOSO (FALA SOBRE TODO O PORQUÊ DE TODO O DESCENDENTE DE ALEMÃO E TODO O TAURINO SEREM BURROS. EU SOU AMBOS...);

MAL-HUMORADOS, UM GUIA PARA COM ELES
(ENSINA VOCÊ, QUE NÃO TEM NOÇÃO DE NADA, A LIDAR COM IDIOTAS QUE NÃO CONSEGUEM ESTABELECER UM VÍNCULO SOCIAL PELA MANHÃ)

PAIXÕES (PROVA QUE O FUTEBOL É MAIS IMPORTANTE NA SUA VIDA DO QUE CERVEJA E MULHER. OU PROVA QUE CERVEJA É MAIS IMPORTANTE... BAH, JURO QUE NÃO LEMBRO, MAS É ALGO ASSIM)

DR. ENGODO, CURANDEIRO-XUCRO (FRONTEIRA DO RS COM A ARGENTINA + MEDICINA CAMPEIRA + CORONELISMO + FALTA DE NOÇÃO)

MANUAL PARA SOBREVIVÊNCIA EM UM CHURRASCO GAÚCHO, URBANO E CONTEMPORâNEO
(ENSAIO PSEUDO-FILOSÓFICO SOBRE A IMPORTÂNCIA DE MANTER O FOCO E SAIR ILESO DE UMA DESTAS FESTIVIDADES GROTESCAS)

Topo do playlist:

Só o tempo - Gustavo Reis
Eu sou o monstro - D4
The seeker - D3
Da ponte pra cá - Racionais
Recuerdos da 28 - Joca Martins

Pensamento da semana:


M. Alejándro: - Esse estúdio é o Brasil de 94!
C. Casara: - E tu é o Dunga.
M. Alejandro - Sim e tu é o Leonardo.
C. Casara: - E o Breda?
M. Alejándro: - O Breda é o Mauro Silva
C. Casara: - E o Lucas?
M. Alejándro: - O Lucas é o dono do morro. E teu pai é o Zagallo.


sexta-feira, 12 de junho de 2009

Periódico de hoy

Mientras la producción de la banda Álgida, las grabaciones de guitarras y bajos de un cantante de rap llamado J.L. y todas las nuevas trampas, vuelvo a grabar metal. Sábado, empezaré los trabajos con una banda llamada "Thorns of Evil" de Pagan Metal.

Muy lindo!

Martes, charla con los uruguayos locos del Candomble. Y otro disco folk es muy bienvenido...

Ah, si... hay personas que aún llorarán por changa... y... "indovina, bello?"

EU NÃO ME IMPORTO
NEM TAMPOUCO ME IMPORTAREI
E O SONHO... AHHHHH O SONHO ACABOU!


Olha as caras de quem se importam!


Topo do playlist:


Continente - Leonel Gomez
Na fé, firmão - Racionais
Dias cinzas - Álgida
A vida é desafio - Racionais
A Winter garden - Loreena McKennitt

terça-feira, 9 de junho de 2009

África United

Que Deus dê sabedoria, paciência e uma boa dose de simpatia para nós outros.
Na minha inocência pensei que teria três dias de folga.

Eu realmente sou um inocente!

Guiné Bissau, Moçambique e Angola
Peste bubônica, mina terrestre e Ebola
São regalos...
... da África Setentrional!

Mas a Guiné...

CALE-SE!

Topo do playlist:

Heaven - Barracuda Project
Trutas e quebradas - Racionais MC's
Expresso da meia-noite - Racionais MC's
Take me out - Franz Ferdinand
Nevoeiro - Fronergüelo y Pátria Pampa y Libertad

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Totalitarismo e gorilismo no Altavoz

O SONHO ACABOU!

SABE O TEMPO RUIM? AQUI É TEMPO RUIM O TEMPO TODO!

AMIGO, COM EDUCAÇÃO TU CONSEGUE TUDO, SEM, TU CONSEGUE TER A CARREIRA ABREVIADA!

Ahhh... nunca dá pra fugir muito tempo de quem realmente somos...

Topo do playlist:

Só as bandas que tô gravando e Pirisca Grecco

Pensamento da semana:

- A tolerância acabou!

- Mas, Maurício... tolerância com o que?

- Com tudo, irmãozinho!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Da noite

Eu, sendo flagrado num momento de extrema latinidad


A noite segue eterna.

Não nas festas, mas trabalhando, dando uma volta aqui e ali.

Vendo os outros beberem e eu sóbrio. Perceber o quanto o pessoal está fungando e coçando o nariz em todo o lugar que eu freqüento. O tempo todo!

Inverno gaúcho é foda. Galera tratando resfriado pelo sistema medicinal da Bolívia é mil graus.

Mas eu REALMENTE não me importo. Só acho graça.

As pessoas com quem trabalho - há exceção - aos poucos estão percebendo que quando digo alguma coisa a sério dificilmente é em vão, quando nego alguma coisa é visando um bem maior e quando estou quieto demais é porque algo está errado. Comigo, normalmente.

Além disso, conversando direito, com educação e expondo com tranqüilidade as coisas, eu sou bastante flexível.

Na categoria resmungo, estava eu outro dia debatendo, temperantemente, uma dissidência de idéias com um concidadão aqui de Caxias. Um caxiense típico - ou seja, um imbecil.

Segue diálogo, muito próximo do ipsis litteris, sem floreios, exageros e manobras do tipo. O que não foi dito exatamente da maneira que transcrevo, é por mero lapso mental.

Personagens:

Maurício Alejándro;
Caxiense Típico;

Cenário:

Vagão Bar

Cena:

- Maurício, a gente vai marcar contigo essa semana pra começar a gravar umas músicas... só consegue um preço bom lá pra gente, né? (piscando)

- Cara...

- Ah, são 4 músicas, mas tem que ficar BOM MESMO, viu... tem que caprichar. A gente vai começar a divulgar a banda... tem um primo do baterista que tem um contato (durante a menção da palavra contato, fui cutucado e o interlocutor piscou novamente) bom numa gravadora de São Paulo...

- Tá, pára!

- Que foi...

- Tchê, pára agora. Por favor. Só me escuta, tá bom?

- Tá, fala aí...

- Primeiro: eu consigo um preço bom: pra mim. Pro estúdio. Quando eu era um pé-rapado com um estúdio minúsculo correndo atrás de trabalho e praticando o baixo orçamento pra ter como pagar minhas contas, vocês nem me olhavam. Outra: se vocês fossem gravar comigo - e não vão porque minha agenda tá lotada de pessoas que realmente gostam do meu trabalho - se vocês fossem gravar comigo MESMO, tu não precisaria dizer que precisa ficar BOM MESMO, porque SABERIA que eu não faço meia-sola com ninguém. O que tu quer, meu amigo, é me resenhar discretamente pra ver qual é a minha. Ter uma desculpa pra falar de mim.

- Nossa...

- E tem mais, calma. Tu não tem contato nenhum com gravadora nenhuma de lugar nenhum. Eu escuto isso todos os dias. Os nóias da praça da Camilo tentam me convencer de que são artistas!

- Tá, então tá, perdeu o cliente...

- Não. Eu não perdi o cliente. Eu estou perdendo tempo aqui pra poupar tempo depois. Eu não quero te ofender, mas tu não é um cantor. É um chefinho de firma com um microfone na mão. Te põe no meu lugar: eu chego pra ti, te conto um monte de mentira, digo que preciso injetar sei lá quantas peças de plástico pra, sei lá, passar cabos ou qualquer merda dessas. Tá. Aí eu te peço uma quantidade de peça que nem vale a pena ligar a merda das máquinas, digo que as peças TÊM QUE FICAR BOAS, como se tu não soubesse disso, PEÇO DESCONTO e pra completar digo que as peças não são de plástico, mas de chumbo. Sim, porque o que tu vai me apresentar não é uma banda, é um monte de louco com dinheiro pra comprar instrumento.

Após o silêncio constrangedor que seguiu e durou, sei lá, uns 10 segundos:

- Tá. Quanto vocês tão cobrando por música?

De fato, eu falo chinês.

Topo do playlist:


Jesus chorou - Racionais MC's
Bom senso - Tim Maia
Guiné Bissau, Moçambique e Angola - Tim Maia
Epoca - Proyecto Gotan
Una musica brutal - Proyecto Gotan.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Antigo sofá de molas

Antigo sofá de molas
Tens apenas dois assentos
Guardas todas as verdades
Desde os mais remotos tempos

Em tuas molas jaz o mistério
O segredo da criação
A lei do eterno retorno
Um Universo em expansão.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Notas perdidas e aleatórias pra eu ler uma hora dessas e abstrair na seqüência, ou não

Uma semana insana de trabalho no estúdio só pode acabar com um final domingo insano. É importante, porém, salientar alguns pontos altos desta semana de trabalho exaustivo:

É impressionante quando tu aposta num baixo Eagle ligado num pedal de Chorus da Boss por sua vez ligado num pré-valvulado da Bellari só pra mostrar quem é que manda e tira o melhor som de contrabaixo da tua vida em estúdio;

É gratificante poder gravar com os específicos e não os SIMULACROS, pelo menos uma vez na vida: REALMENTE microfonar com um Neumann e um MXL um violão Taylor faz SIM muita diferença no resultado final do teu trabalho. No caso do meu;

Sempre às voltas com reformas de estúdio, agora, essa semana, hei de terminar esta merda.

Topo do playlist:

Love Song - Sara Bareilles
Vegas - Sara Bareiles
Vinte e três - 3onfall
Bottle it up - Sara Bareilles
Come round Soon - Sara Bareilles

Pensamento da semana:

Sou o único médico boliviano hipocondríaco do mundo.

sábado, 23 de maio de 2009

Carlos Barbosa

Em Barbosa, reunião de cúpula da Hollehammer + numa tranquila, numa relax, numa boa com a Ciça e o Marcelo.

Topo do playlist:

Muita metaleiragem e Satanismo

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Buen'onda

Yo tengo un poco de miedo al decir ciertas palabras, y, como se estuviera borracho, tengo que hacerlo en otra lingua... pero estoy vivindo la mejor buen'onda de trabajo desde siempre.
Es verdad: luego yo vuelvo al Brasil y todo acá se quedará con mi amigo Breda. Mientras eso, seguimos grabando y trabajando muy fuerte, pues el equipo es fuerte.

No mais, aproveitando a boa época e já fazendo os preparativos para a vinda dos guris do 3onfall pra cá.

Topo do playlist:

Do lado Sul - J.L.
Fuego y passión - Rodrigo
Soy cordobés - Rodrigo
La gata y el ratón - Rodrigo
La vida - Los fabulosos cadillacs

Pensamento da semana:

Chimarrão com café é a cocaína do pobre.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Grato

Obrigado a todos que lembraram do meu aniversário e enviaram-me felicitações.

E é sempre bom começar um novo ciclo.

Topo do playlist:

Aproveitando o silêncio

terça-feira, 12 de maio de 2009

Zona alemã

Tô caindo pra Zona alemã do estado, visitar familiares - coisa que faço a cada década, aproximadamente - e reestabelecer conexão com minha sanidade mental/sono em horários humanos e ocidentais.

Pretendo voltar em 2 dias, no máximo.

Espero que meu pai, depois de quase 10 anos sendo lembrado de tal fato, consiga lembrar que eu NÃO tomo Skol.

Recados para os que entram aqui. Não nominarei pois cada um sabe pra quem é qual, etc.

- Legal mesmo saber que tu entra aqui. Precisamos conversar mais
- Tuas coisas vão chegar
- Não foi nada, mas tô com saudade e conversaremos quando eu voltar pra Caxias
- Compra Cascola que tem X marcado por MUITAS PAREDES. Deus lhe pague, já que eu não posso
- Eu sei que fui embora sem te dar tchau. E farei de novo se preciso for
- Aquilo que eu falei no Vagão final de semana é sério, dê o recado, por favor

Topo do playlist:

Racionais MC's no randômico e Lulu Santos.

segunda-feira, 11 de maio de 2009

EU ME REBAIXO! e novidades úteis e inúteis.

"Tem gente que não se rebaixa".

Explico:

Sabe aquela situação em que alguém fala algo que lhe incomoda ou agride e tu acaba engolindo, saindo de perto e ignorando pra não se rebaixar?

Pois é!

Mas EU, ah, EU ME REBAIXO.

Eu troco insulto, grito, mando calar a boca, sou xingado, xingo de volta, me chamam de filho da puta, eu chamo de viado. Eu REALMENTE NÃO ME IMPORTO com o que vão pensar, com as conseqüências (nenhuma, pois neste microcosmo ao qual me refiro só tem cagado ou gente que precisa muito fingir que gosta de mim).

E, assim, desta maneira altamente racional eu vou levando os dias por aqui.

É claro que algumas pessoas ficam um pouco chateadas com o fato de eu não precisar fingir que gosto de ninguém e que pra conseguir qualquer coisa basta ter educação.

Educação e perceber que, RESPALDO FORÇADO, NÃO!

Quero deixar claro que tenho total consciência de que, em algumas ocasiões, eu perco a compostura e acabo exagerando um pouco. Paciência! Ser o que se quer ser e fazer o que se quer fazer têm um preço.

E agregar alguns desafetos é uma parcela desta conta, até porque nesta cidade já conheci - creio - todas as pessoas que serão minhas amigas.

No mais, pra quem não sabe, eu estou em Caxias gerenciando o Altavoz do bairro Cruzeiro, junto com o Breda e com o Nakab. Quando eu voltar pra SP, tudo estará encaminhado.

Agora o Martín Fierro faz parte do Grande Conglomerado Altavoz. Mais detalhes é só ligar (54)30272829.

Ah, sim... dever dinheiro para uma pessoa, gargantear que nunca vai pagar e esquecer uma jaqueta no dobro do valor em um local em que o credor tem acesso NÃO é uma atitude vencedora.

A propósito, vendo jaqueta colcci tamanho M. Ótimo estado.

Topo do playlist:

Potro sem dono - Os teatinos
Dos Pampas - J.L.
Entardecer - O teatino
Abomination of Creation - Abomination
Velho Táta - O teatino

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Banda Oriental y otra noche loca

Época complicada. Tentando manter a sanidade.
Difícil.

Noite de apagar incêndios no Altavoz. Ao meu companheiro de estúdio, o bielo-russo Bredovski, grato piùna volta...

Como momentos de destaque na noite:

- Conversa com o grupo de Candomble uruguayo (ganhei de yapa do cantor uma moeda de cinco pesos e como retribuição perguntei: - Es possible comprar una ciudad uruguaya con eso?). Só eu achei graça.

- Ensaio do grupo de pagode "Declaração". 8 pessoas + instrumentos/ um carro apenas.

- Marchada de mais de 5 km tentando encontrar um taxi para voltar, de madrugada.

E amanhã (hoje) tem mais.

Topo do playlist:

Caso perdido - 3onfall
23 - 3onfall
Vida Loca - Racionais
Vegas - Sara Bareiles
Limonada, pirulitos e óculos de grande armação - 3onfall

Pensamento da semana:

O Uruguai é o Rio Grande do Sul do baixo orçamento.


Ah, antes que eu esqueça: devido à falta TOTAL de comprometimento do meu amigo César, perdemos o churrasco na casa do Alemão, que possivelmente me baniu da lista de amigos.

domingo, 3 de maio de 2009

Mais uma noite

Depois de apenas duas horas de sono, um dia repleto no estúdio - com direito a duas gravações - e o time trabalhando bem.
À noite, insisti em contrariar aquela voz que diz pra ficar em casa. Resultado: certas coisas nunca mudam. Coloco a mão que estendi no bolso e volto assoviando pra casa, no frio da serra gaúcha.

De positivo, reencontrei um amigaço dos tempos de Artes Marciais, que depois de várias tentativas passou em Medicina. Está morando em Tubarão e não nos víamos havia uns bons 3 anos.
Fiquei muito feliz por ele ter passado e comentamos que possivelmente só nos veremos daqui a 3 ou 10 anos.

Repito que ignorar minhas resoluções só me causa problemas. Agora é acertar as coisas e planejar a volta pra SP.

Topo do playlist:

Rock anos 70 randômico, na noite.

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Sobre trabalhos, relacionamentos e volantes de contenção

Aos poucos as coisas vão tomando jeito. Aqui e em SP.
Certas coisas têm muito pouco valor pra que façamos delas razões para cortes eternos de relações. Estou ficando, definitivamente, mais calmo com o passar do tempo.

No que tange às metáforas futeboleras do conglomerado Altavoz, bem, posso dizer que meus volantes estão me dando o respaldo necessário para eu armar as novas jogadas do time. E sei que,cuando eu cansar, solta-se um deles e eu fico na marcação.
Futebol moderno.
Futebol-força.

Minha volta pra São Paulo não está marcada ainda e vou aproveitar pra ficar uma temporada maior do que eu esperava aqui. Devo voltar com os guris do 3onfall, com o disco novo gravado.
Saudades de vocês, mobrais.

E tenho dito!

Topo do playlist:

De vida e tempo - César Oliveira e Rogério Melo
O grão-mestre varonil - Tim Maia
Contacto com o mundo racional - Tim Maia
Taquito Militar - Lúcio Yanel
La cara de Pedro - Lúcio Yanel

Pensamento da semana:

A linha que divide um sujeito alegre e comunicativo de um bêbado folk é muito tênue e passa, definitivamente, por um copo de destilado numa noite de fermentados.

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Sem limite e eterno do supermundo

Demonstrando por A e B que não há limite para a falta de bom senso, sábado começo a reforma do Martín Fierro, meu estúdio no Sul.
Consegui escalar um time da mais alta qualidade para obrar junto com nosotros. São eles:

Bola: amigo top, desde os tempos de ter banda de metal e tocar no interior do estado. É o maior palpiteiro de Caxias e está escalado pois, além de ser burro o suficiente para isso, trará as ferramentas e a cerveja.

Breda: capitão do time do Alta Voz. Topou pois, além de estarmos em contato constante para troca de conhecimentos, é estúpido o bastante para trocar uma noite de festa por uma noite de serviço braçal

Luís: piá de 12 anos que - isso sou eu que acho - o César come lá no Alta Voz. Topou pois odeia ir pra casa e porque ameacei quebrar os dedos dele caso não topasse.

Certamente tal trâmite gerará boas resenhas.

No mais, agenda do semestre praticamente fechada:

Maio: Thorns of Evil
Junho: 3onfall
Julho: Carol Navarro (sim, Carol, a casa caiu pra ti)

E tenho dito!!!

Topo do playlist:

Love Song - Sara Bareilles
Bottle it up - Sara Bareilles
Come round soon - Sara Bareilles
De vida e tempo - César Oliveira e Rogério Melo
Machaço Confronto - César Oliveira e Rogério Melo

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Equipo fuerte

Voltando pra Caxias, depois de uma temporada em São Paulo no melhor estilo "joguei contra o Peñarol fora de casa, na chuva e consegui voltar com um empate heróico", relembrei que, apesar dos pesares (e os pesares são realmente pesados) ainda posso jogar num belo time aqui, que, se não possui craques, possui uma dúzia de volantes de contenção prontos a dar carrinhos e entruncar o meio-de-campo junto comigo.

E eu já estou pendurado com um cartão amarelo, junto com o Breda.

Mas a gente realmente não se importa: ele é o capitão do time e só eu consigo chutar de fora com as duas pernas.

Topo do playlist:

Energia Racional - Tim Maia
O grão-mestre varonil - Tim Maia
Da alma de Dom Emílio - César Oliveira e Rogério Melo
Razões de Ser - Lisandro Amaral
Dü Hast - Rammstein

Pensamento da semana:

Caxias do Sul é a Liverpool do não-orçamento

terça-feira, 7 de abril de 2009

Vida Loca y Kerb



Bah, eu acho que cheguei no limite do que consigo suportar no que concerne ao estresse mental e físico.
Realmente esta rotina, agregada a outras coisas, está me pesando forte, bem forte.

De bom, consegui concluir a missão de construir e fazer funcionar o estúdio novo, que está bombando e etc.

Volto pra Caxias semana que vem pra ficar um mês, a princípio. Mas tenho que ver bem o que vai ser a respeito disso também. Tenho algumas propostas interessantes (na verdade são só duas) mas como não levo ninguém muito a sério, vou ter que analisar bem...

Hoje duas pessoas me mandaram a mesma foto, depois de muitos meses de tirada. Foi no Kerb Fest de 2008. Eis a foto aí acima.

E, sim, eu estava razoavelmente bêbado, embora muito menos do que nos anos anteriores.

Ah, e na foto comigo são: Everton, Paty e Tiago

Topo do playlist:

Amor porteño - Gotan Project
Notas - Gotan Project
Criminal - Gotan Project
Por una cabeza - Carlos Gardel
Funk do Pantro - U.D.R.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Preciso dormir (e sobre o centenário)

Dormindo muito menos do que o mínimo necessário para conseguir fazer alguma coisa no dia seguinte, sigo na rotina aqui em SP.

O legal é ver a consideração que as bandas acabam tendo contigo quando percebem o seu grau de envolvimento com o trabalho delas e o quanto tu acaba sacrificando a tua vida pessoal para um bem maior.

Ex: ontem, durante a gravação do "El Paso" - e dois dias sem direito a sono - levantei-me para dar uma "esticada" durante uma pequena pausa.

Só acordei 3 horas depois, sendo informado de que havia caído como um pedaço de madeira, no sofá. Junião terminou o dia para nós outros, mostrando que pode fazer pelo alheio algo além de estressar até quase a exaustão.

Um aspecto que me doeu foi perder o centenário do Inter, por estar longe e ter sido burro de marcar o vôo só pro dia 16. É aquela coisa de "o cavalo não passa encilhado duas vezes, etc". Ao menos ganhamos o Grenal e só não seremos campeões gaúchos se algo de muito (muito) bizarro ocorrer, o que é difícil posto que no RS só há dois times sérios e o Grêmio já era neste certame.

De além, ainda tenho datas livres pra gravar em Caxias. Decidi que durante o mês aí, só trabalharei 2 semanas pois preciso mesmo descansar.

Pra finalizar, informações úteis sobre meu agendamento aí:

- Tenho 5 dias livres ainda
- As formas de pagamento são: à vista.
- Não gravo banda de piá que toca Hardcore, Emocore, pós-emocore, Screamo, pós-screamo, pré-screamo. Neste caso, aconselho a procurar o César (30272829) que além de ótimo profissional e dono de um estúdio TOP, adora agüentar viadagem.

Topo do playlist:

Sério - Ludov
Estrelas - Ludov
Sete anos - Ludov
O dia em que seremos felizes - Ludov
Supertrunfo - Ludov